Ultra Estrada Real – 2017

Ultra Estrada Real

 

Fiquei muito contente com o evento deste ano. Um evento que vem crescendo devagar, e mais, um evento que vem se consolidando não como uma prova, mas como um encontro.

E escrevendo sobre este evento, acabei me lembrando de um conceito que andou circulando a um tempo atrás, e acho que a Ultra Estrada Real tem vários pontos em comum, O Soloman.

 

O Soloman não é uma prova que possui uma federação ou uma empresa de marketing esportivo por trás. Portanto, ele não possui uma “organização”. Ele procura resgatar aquela velha essência do que era o amor pelo esporte de endurance em si, não por uma marca ou campeonato, com o slogan “Porque eu nado, pedalo e corro onde e quando eu quiser”.

Amantes do esporte, paixão pela simplicidade, honestidade e vontade de fazer acontecer uma prova longe dos holofotes é tudo que é necessário para se ter um Soloman acontecendo.

 

Confirmando este conceito, este ano contamos com uma turma de Brasília, destaque pelo maior numero de atletas, que nos alegrou o caminho o tempo todo, a cada um que passava era uma verdadeira festa, uma celebração. Tivemos vários amigos de BH, e outros tantos que retornaram da 1ª edição. Queria agradecer a cada um que colaborou, ajudou, e que mesmo não esteve presente nos enviou uma energia positiva. Aqueles que chegaram, correram 30 minutos e já se foram.

Agradecer a Gatorade pelo apoio, nos fornecendo suplementos, a Água Viva que nos forneceu a água do evento, e a Endorfina, que sempre nos apoiou, e se fez lá presente.

Este ano o evento teve como meta ajudar o projeto Unogwaja na África do Sul, que tem como foco resgatar a auto estima de pessoas HIV positivas. Além de um trabalho com crianças órfãs da doença.

Gostei da ideia, e vamos manter, todo ano vamos firmar metas sociais, e assim usar o evento para promover o bem da sociedade que nos cerca. Para o próximo ano já estamos olhando alguma instituição que necessita, tenho certeza de que teremos várias candidatas.

Para quem não foi, não é necessário correr os 88 km, é necessário estar lá, se fazer presente, compartilhar um pouco do que temos com o próximo. E um evento de autossuficiência, onde cada um é responsável pela sua alimentação e hidratação, temos tido alguns parceiros que tem nos ajudado, mas isso é cortesia.

Seguimos os marcos da Estrada Real, e nunca tivemos problemas, caminho muito bem sinalizado, os atletas seguem sem problemas ou dificuldades. Não há necessidade de marcarmos o caminho, em nada.

`              O evento continuará sem regras ou regulamentos, livre, baseado apenas na confiança, respeito e cordialidade entre os atletas. Acreditar que cada um ali está falando a verdade, e que podemos contar sempre uns com os outros é a base do nosso sucesso. Isso automaticamente exclui pessoas de má fé, que não serão bem vindas.

Abaixo o balanço do evento:

 

Foram vendidos 23 ingressos solidários, sendo 14 avulsos e 9 com camisa e troféu, multiplicado por 50 reais, arrecadamos R$ 1.150,00. Que será transferido para o projeto e mais a diante prestarei conta de toda a campanha.

Só tenho a agradecer pela ajuda de todos. Normalmente escrevo mais leve, mais descontraído, mas ando apertado de tempo, ansioso com a meta do projeto que é arrecadas 12 mil reais.

Caso alguém queira escrever seu relato, basta me enviar que posto no site.

 

Um abraço

Zumzum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s